Categorias
Featured Portuguese Latest Portuguese Portuguese Blog Uncategorized

Intenções para 2020

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Feliz ano novo! 

Este mês iniciamos um ano novo, como também iniciamos uma nova década! Isto torna 2020 um ano ainda mais especial.

Para mim, é o início de um novo capítulo do livro da minha vida! Não apenas porque entramos numa nova década, mas porque em 2020 entro nos meus trinta anos! E posso dizer-te que nunca me senti melhor!

No início de cada ano, tenho por hábito escrever as minhas intenções para o ano novo. Se quiseres saber um pouco mais porque não gosto de ter resoluções, podes ouvir tudo no Podcast!

Hoje, queria partilhar contigo algumas das minhas intenções, não apenas para 2020 mais também para esta nova década! Acredito plenamente de que as nossas intenções são guiadas pela nossa intuição e que entram na nossa vida no momento certo. No entanto, de modo a não perder de vista aquilo que desejamos, sinto que é crucial, pelo menos para mim, escrever as minhas intenções em papel assim como todos os pequenos objetivos a realizar de modo a alcançar a intenção!

Assim, hoje partilho aqui contigo quatro das minhas intenções!

  1. Estar mais conectada comigo, com os outros e com a natureza

Sinto que estou cada vez mais conectada comigo. 2019 foi para mim um ano que me mostrou o quanto sou uma pessoa espiritual e no quanto preciso dos meus rituais de forma a iniciar e acabar os meus dias da melhor forma possível. 

Para este ano, e ao longo dos próximos dez, desejo conectar-me ainda mais comigo, com os outros, mais especificamente criar uma comunidade de pessoas com interesses similares, e com a nossa terra mãe. 

       2. Praticar mais yoga

Em 2019, elevei a minha prática de yoga. E estou grata por isso. No entanto, sinto que tenho muito a aprender e sinto a necessidade de me focar mais na prática da mesma. Talvez por me sentir mais conectada comigo mesma quando pratico, ou talvez porque sinto que é uma forma muito bonita de começar o dia! O yoga chama por mim mais do que nunca!

       3. Partilhar mais

Algo que me chama cada vez mais é a vontade de partilhar mais com vocês. Seja através do blog ou das redes sociais, quero conectar-me mais com os outros. Assim, passa por partilhar mais de mim com o mundo, sobre mim e sobre histórias de outras pessoas! Acredito que é através da partilha que nos conectamos de forma profunda com o próximo e sei que é o caminho a seguir. 

       4. Aprender sempre mais

Penso ter um gosto em aprender coisas novas. Ando sempre em formações complementares ou a ler sobre outros temas do meu interesse. Para este novo ano, tenho por objetivo tirar os três níveis de Reiki, sendo que irei fazer o primeiro já esta semana! Como disse, sinto uma grande necessidade em contactar-me comigo e com os outros.. e isso passa também por conectar-me ainda mais com toda a energia do universo!

Estas são apenas algumas das minhas intenções para 2020, assim como para esta nova década que se abre a nos! Tal como mencionei, tirei tempo para mim e escrevi tudo aquilo que desejava, tanto para este ano, como para esta nova década que se abre a nós. Apliquei técnicas de visualização, usadas no coaching, para fazer uma imersão nas minhas itenções e assim explorar os diferentes desafios e caminhos das mesmas. Convido-te a fazer o mesmo, de modo a estares mais conectada contigo e com a vida que desejas!

Para te ajudar, criei este pequeno jornal que podes descaregar gratuitamente ao carregar na imagem! Espero que esta ferramenta te seja util e te ajude na tua reflexão pessoal e na descoberta das tuas intenções! Que 2020 seja o melhor ano da tua vida!

E tu, tens por hábito escrever as tuas intenções?

♥ Anita

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Categorias
Featured Portuguese Latest Portuguese Portuguese Blog

Leituras para 2020

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Text”]

Com o fim do ano a chegar, hoje queria partilhar os meus cinco livros de autodesenvolvimento favoritos e aqueles que te aconselho!

Se ainda não leste algum destes livros, aconselho-te vivamente a que os incorpores na tua lista de livros para 2020!

Adoro ler livros de autodesenvolvimento, pois acredito que podemos sempre melhorar diversos aspetos das nossas vidas. Por outro lado, inspiram-me constantemente em dar o meu melhor e a criar rotinas e hábitos que me ajudam a alcançar os meus objetivos. É uma constante motivação e acredito que criam um impacto positivo na minha vida assim como me incentivam a olhar par a vida de forma mais otimista.

Por isso, se começar a ler mais livros de autodesenvolvimento para o ano novo é uma das tuas resoluções, aqui vão as minhas sugestões!

 

  1. As quatro verdades – Don Miguel Ruiz

As quatro verdades de Don Miguel Ruiz é um livro fantástico acerca das quatro regras(verdades) muito simples que nos permitem viver de forma mais livre ao metê-las em pratica nas nossas vidas. Este livro trás grandes ensinamentos que realmente merecem atenção. Para mim, é um livro muito especial, mas também o mais difícil de, para mim, praticar.

  • Terra Maya – Filipa Maló Franco

O livro Terra Maya, da minha querida amiga Filipa, é um livro que relata a sua experiência pessoal na descoberta de um maior bem-estar, de modo a cuidar do nosso corpo, mente e alma através de pequenas mudanças que podemos fazer no dia-a-dia. O livro baseia-se na sua descoberta para uma maior conexão connosco e com os outros. Recomendo para quem está a iniciar neste percurso de desenvolvimento e que não sabe por onde começar!

  • O Monge que vendeu o seu Ferrari – Robin Sharma

Este é sem duvida um dos livros que mais gostei de ler em 2019. O livro dispõe de diversas pequenas lições relatadas através de uma historia de modo a ajudar o leitor a iniciar algumas mudanças para alcançar um maior bem-estar. Por outro lado, este livro também dá ênfase ao alcance de um maior equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal! Se estás à procura de um livro para te motivar a viver no presente com um maior bem-estar e alcançar os teus objetivos, este é o livro para ti!

  • O Poder está dentro de si – Louise Hay

O Poder está dentre de si é, para mim, um dos melhores livros da Louise Hay. No entanto, recomendo qualquer um dos seus livros. Este em particular foca-se no poder de acreditarmos em nós! E acredita que é poderoso! Recomendo este livro para quem sente que está numa fase de pouca confiança em si!

  • Simplificar – Brooke McAlary

Este pequeno livro é ideal para uma dose extra de motivação. Está cheio de pequenas dicas para maximizar o nosso dia e ser mais produtivos de forma a que essas pequenas mudanças nos tragam mais satisfação pessoal. É um livro pratico para quem procura dicas de modo a alcançar um maior bem-estar. Vale a pena ler.

 

Se um dos teus objetivos para 2020 passa por um maior bem-estar e na leitura de mais livros nesta área, estes são cinco livros que te recomendo! E, se precisas de ajuda na concretização de objetivos, fica à vontade em contactar-me! 

♥ Anita

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Categorias
Featured Portuguese Latest Portuguese Portuguese Blog

O Burnout

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row” make_fullwidth=”on” use_custom_width=”off” width_unit=”on” use_custom_gutter=”off” padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” column_padding_mobile=”on”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

A Organização Mundial da Saúde classificou o stress como a « epidemia de saúde do século XXI », pois afeta cada vez mais pessoas.

Stress é por si só uma reação normal. É importante e necessário sentirmos algum grau de stress pois este pode ser positivo. No entanto, é importante fazer uma boa gestão do mesmo de forma a manter um bom estado de saúde mental e qualidade de vida.

Todos nós falamos em stress e já sentirmos uma situação de stress. Mas na verdade o que é?

Este pode ser definido como um desequilíbrio, real ou percebido, entre as exigências das circunstâncias em que nos encontramos e a nossa capacidade de adaptação às mesmas. Assim, vão desencadear-se um conjunto de mecanismos a nível fisiológico, psicológico e comportamental, que constituem os esforços de adaptação a tais exigências. Este é o Stress!

E o burnout nisto tudo, onde se enquadra?

O burnout, quanto a ele, define muitas vezes um estado de grande cansaço físico, mental e emocional, sendo que este é geralmente associado ao ambiente profissional.

Assim, o burnout reflete um desequilíbrio na relação entre um individuo e o seu trabalho. Deste modo, o burnout indica por norma um mau ajuste entre o individuo e o seu ambiente de trabalho, o que leva a um grande desgaste por parte do individuo.

Posto isto, é então importante falarmos sobre todas as tendências atuais disponíveis nas redes sociais para nos ajudar a melhorar a nossa qualidade de vida e reduzir a probabilidade de desenvolver um burnout.

Uma vez que o burnout se trata de um desequilíbrio na relação entre o individuo e o seu trabalho torna-se necessário perceber que, como em todas as relações, existem sempre dois lados e que ambos devem trabalhar para alcançar o mesmo.

Deste modo, é importante que individualmente trabalhem na vossa gestão de stress, bem-estar, aumento de felicidade e motivação, entre outros, mas é igualmente importante, por parte das empresas, fornecer a possibilidade de um maior equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal, com horários mais flexíveis,  possibilitar um maior desenvolvimento profissional e condições de trabalho onde indivíduos se sentem valorizados e respeitados no ambiente de trabalho.

Será que é possível? Eu acredito que sim.

Assistimos hoje em dia , tanto por parte das empresas como dos indivíduos, a uma grande procura de programas de bem-estar e gestão de stress. Por isso, acredito que no futuro a nossa vida profissional será diferente e mais consciente!

No entanto, como não podemos controlar o nosso ambiente de trabalho, torna-se assim essencial continuar, ou iniciar, a desenvolver a uma rotina de bem-estar, de modo a nos sentirmos preparados para enfrentar fases com mais stress, tanto a nível profissional como pessoal.

Existem muitas coisas que podemos fazer e que estão totalmente ao nosso alcance. Assim, podemos ter rotinas de self-care, momentos de meditação, fazer exercício físico e ter uma alimentação saudável. Todos estes fatores, partindo do principio que se encontram num estado de saúde saudável, influenciam o nosso bem-estar.

Para além de viver um estilo de vida mais saudável, devemos ainda trabalhar no nosso desenvolvimento pessoal e cuidar da nossa saúde mental. Hoje en dia, numa sociedade em constante movimento é fundamental saber parar e conectar-nos com a pessoa mais importante das nossas vidas: nós próprios!

Acredito que ao trabalharmos na nossa saúde estamos mais protegidos contra desequilíbrios que venham a surgir e estaremos assim melhor preparados para lidar com os mesmos. No entanto, não posso deixar de reforçar que não existe nenhum método certo que vos vai livrar do stress! Tal como disse no inicio, este é uma reação normal e necessária nas nossas vidas!
O conselho que vos posso deixar é o seguinte:

Cuidem de vocês, do vosso corpo e da vossa mente. Estejam conectados com o vosso corpo de modo a prevenir um desequilíbrio repentino e saberem lidar melhor quando estão numa fase menos boa. Ao perceberem como funciona o vosso corpo e a vossa mente será ainda mais fácil identificar certos sintomas que podem indicar um burnout!

 ♥ Anita

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Categorias
Latest Portuguese Portuguese Blog Uncategorized

Quando for grande quero ser…

Quem ainda se lembra do que queria ser quando era criança ? Por mais incrível que seja, quando era pequena queria ser professora de matemática!

E hoje, o que queres ser quando fores grande ?

 

Ultimamente, a maioria das minhas conversas com amigas, família ou até com clientes gira em torno de uma crescente vontade de mudança de carreira. Mas porquê?

A escolha da carreira, e a satisfação da mesma, é um tema deveras muito interessante e definitivamente muito estudado. Passamos um terço do nosso dia no trabalho, por isso, e cada vez mais com a sociedade que nos rodeira, é importante sentir-se satisfeita e realizada com a escolha da nossa carreira.

Mas será que a sociedade em que nos encontramos impacta diretamente a nossa satisfação e bem-estar no trabalho? E o que tem isto a ver com a tua carreira ?

A resposta é muito simples. A historia ensina-nos que enquanto seres humanos temos uma grande tendência para nos adaptar ao meio ambiente. E isto significa que, enquanto trabalhadores, também no adaptamos à sociedade e geração onde nos enquadramos.

Assim, existem inúmeros estudos muito interessantes que nos demonstram as diferenças entre gerações e a forma como isso afeta não só a nossa satisfação, mas ainda uma seria de outras coisas, tais como o nosso compromisso para com a nossa empresa ou até mesmo o nosso desempenho enquanto trabalhadores.

Por outro lado, vivenciamos agora um mundo cada vez mais digital, onde é cada vez mais fácil trabalhar desde casa! Este mundo abriu-nos assim todo um mundo de oportunidades e possibilidades que outras gerações não tinham.

“E o que tenho eu a ver com isto ?” Perguntam vocês..

Bem, se chegaste cá é porque estás interessada em saber um pouco mais porque talvez, neste momento, não te apaixonas, ou não te sentes adaptada à tua carreira atual. Talvez não sintas um alinhamento com aquilo que fazes e os teus valores, o que te deixa a pensar se estás no caminho certo. Ou, por outro lado, até gostas do que fazes mas não te sentes satisfeita com a forma de o fazer!

Desde já, não te preocupes. Todas nós vamos mudando, ou, como gosto de dizer, vamos aperfeiçoando com as diversas fases da nossa vida. Como tu existem milhares de pessoas. Se és da geração Millennium, então ainda é mais comum !

De fato, estudos demonstram que cada vez mais desejamos uma carreira onde nos sentimos alinhadas, em sintonia com os nossos valores e com um maior sentimento de liberdade. Neste ultimo, entra definitivamente o trabalho desde casa!

Deste modo, assistimos assim a uma grande vaga de trabalhadores independentes, com trabalhos remotos e com um grande desejo de liberdade de horários.

Tudo isto possibilitado obviamente pela sociedade digital que nos rodeia.

Deste modo, e numa sociedade que ainda não está completamente preparada para esta transição, existe uma frustração crescente por parte de muitas de nós. Porque, de facto, estamos numa fase em que muitas queremos fazer carreira numa área que nos apaixona, que nos proporciona sintonia e felicidade. Hoje em dia, e ao contrário de outras gerações, a estabilidade não é tão importante quanto o sentimento de auto-realização!

Isto não significa necessariamente que todas nós desejamos mudar de área, ou até trabalhar remotamente. Mas significa que uma grande percentagem de nós deseja melhorar ou mudar aspetos da sua carreira.

E eu sei que provavelmente estas a ler este texto e pensas – “ É mesmo isso que quero, fazer algo que me apaixona!”.

Se te sentes assim, não te preocupes, porque há muita esperança!

 

O primeiro passo já está: admitir que realmente desejas mudança!

Parabéns, porque este realmente custa um pouco. E, se ainda não estás para aqui virada, mas que todas estas coisas te interessam, o resto do texto também é para ti!

E como podes alcançar o resto? A boa noticia é que o podes fazer de diversas formas, das mais simples às mais extremas. E não precisas saber exatamente o que queres fazer. O processo é todo teu! Mas se realmente desejas iniciar uma mudança na tua carreira, ou se queres mudar mas não sabes bem o que fazer, o mais fácil é iniciar um processo de coaching.

Porquê? Porque é uma forma única que te permite explorar as tuas capacidades, os teus limites e  os teu valores. Assim, através de técnicas poderosas vais obter respostas às tuas perguntas! Para mim, é sem duvida a melhor ferramenta para explorar os teus desejos mais profundos e iniciar um processo maravilhoso de auto-descoberta!

Se estás pronta para iniciar essa grande aventura, encorajo-te a encontrar um coach certificado com o qual te sentes à vontade. Se achas que essa coach posso ser eu, então fico à tua espera!

 

♥ Anita

Categorias
Featured Portuguese Latest Portuguese Portuguese Blog Uncategorized

Bem-estar no trabalho: Tendência ou Necessidade?

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Bem-estar no trabalho: tendência ou necessidade?

Estudos demonstram que um equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal leva a uma melhor performance, a um aumento do compromisso para com a empresa e a uma maior satisfação no trabalho. No entanto, será que ter uma maior perceção de equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal leva automaticamente ao bem-estar?

Para começar, vamos falar do que é o equilíbrio trabalho- vida pessoal e o bem-estar no trabalho!

Estes são dois temas muito atuais e dos quais ouvimos falar por todo o lado! Mas, sabes realmente o que são estes conceitos?

O equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal (ou equilíbrio entre trabalho e não-trabalho) tem definições que diferem um pouco na literatura organizacional. Assim, pode ser considerado como sendo o empenho em tarefas de trabalho e não-trabalho que produzem um outcome de igual satisfação em domínios de cariz profissional e pessoal, mas também é considerado ser a tendência de dar, a todos os aspetos da nossa vida, a mesma atenção e cuidado.

Desta forma, podemos considerar que se sentes que tens tempo para ter prazer em praticar hobbies, estar com a família e no trabalho, estarias num estado de equilíbrio. De fato, o equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal trata-se de satisfação e bom funcionamento em funções de trabalho e não trabalho com um mínimo de conflitos de funções.

Hoje em dia, e depois de muita pesquisa nesta área, as organizações começam a interessar-se por este tema. Isto pode ser feito ajustando os horários de trabalho, com horários flexíveis, facilitando trabalhadores com filhos, etc. E, todas estas mudanças já são positivas pois todas as empresas deveriam ter em interesse a satisfação dos seus colaboradores. Especialmente quando sabemos que tudo isto leva a uma maior performance, não só para o colaborador, mas para a empresa.

Como resultado, estudos começaram assim a interessar-se pelo bem-estar e saúde mental dos trabalhadores.

O bem-estar dos funcionários representa as facetas físicas, mentais e emocionais da saúde do funcionário, agindo ativamente para afetar os indivíduos. Especificamente, a pesquisa concentrou-se em construtos como saúde física geral, saúde mental geral, níveis de stress e motivação. Embora o clima organizacional também desempenhe um papel importante!

Desta forma, podemos argumentar que, mesmo que a empresa esteja a fazer o melhor para que os seus funcionários tenham um bom equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, ainda existe a hipóteses de que o bem-estar dos funcionários não esteja a ser considerado.

Um estudo recente demonstrou que cerca de 53% dos trabalhadores acredita estar mais perto do burnout do que estava há cinco anos atrás.

Assim, o bem-estar é uma necessidade.

Mas sejamos positivas e vamos ter esperança que com a tendência deste tópico irão acontecer muitas mudanças no mundo do trabalho! De fato, já existem organizações que fazem do bem-estar dos seus colaboradores uma prioridade!

E tu, o que fazes para contribuir para o teu bem-estar no trabalho?

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Categorias
Featured Portuguese Latest Portuguese Portuguese Blog Uncategorized

Importância do Equilíbrio Trabalho – Vida Pessoal

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”on” width_unit=”on” custom_width_px=”850px” use_custom_gutter=”off” padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” column_padding_mobile=”on”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

♥ Um dos temas que mais gosto e que, para mim, faz todo o sentido é o equilíbrio trabalho-vida pessoal. Para mim é fundamental sentir esse equilíbrio e desligar do trabalho! É ter tempo para mim e fazer aquilo que gosto (mesmo se gosto muito do meu trabalho) porque só assim consigo manter a minha sanidade mental.

Então, mas o que é isso do equilíbrio trabalho- vida pessoal? É muito simples e é exatamente o que o nome nos diz. É encontrarmos um equilíbrio entre o trabalho e a nossa vida pessoal, de forma a que um não interfira no outro. Desequilíbrios ao nível do trabalho – vida pessoal, tais como alto níveis de envolvimento no trabalho que conduzem a um aumento do stress ou ainda um numero excessivo de horas de trabalho levam a consequências tais como um mau estar fisiológico e psicológico. Assim, e dado a importância do tema, este tem sido cada vez mais estudado na literatura organizacional. Mas, a meu ver, ainda pouco posto em prática.

Assim, considero muito importante manter um bom equilíbrio trabalho – vida pessoal. Para mim, é fundamental ter tempo para cuidar de mim e fazer aquilo que gosto. Não só porque sabe bem, como existem inúmeros estudos nesta área que demonstram que um bom equilíbrio trabalho – vida pessoal leva, entre outros, a um melhor desempenho no trabalho.

E como podemos fazer isso? Bem, eu gosto muito de rotinas e são essenciais no meu dia a dia. Criar rotinas permite-nos não só garantir que o nosso tempo esteja melhor organizado, como permite ainda melhorar a nossa qualidade de vida.

A mim permite-me criar momentos diários onde cuido de mim, tal como meditar pela manhã, assim como me permite criar tempo para estar em casa e fazer algo de que gosto antes de ir trabalhar ou ao final do dia. Permite-me ainda estar organizada de forma a poupar-me tempo durante a semana e assim ganhar tempo de descanso e lazer.

→ Mas atenção, com isto, não quero dizer que todas a semanas e todos os dias são perfeitos e que podemos alcançar um equilíbrio trabalho – vida pessoal todos os dias. Perfeição não existe e como tal existem sempre dias e semanas mais complicados. Faz parte da vida e é importante sabermos que vão sempre existir momentos de mais stress e fases mais complicadas onde talvez iremos sentir-nos em desequilibrio. No entanto, continua a ser importante trabalharmos para alcançar maioritariamente semanas onde sintimos um maior equilíbrio trabalho – vida pessoal de modo a não prolongar esse tal desequilibrio e levar, a longo prazo, aum mau estar geral.

O mais importante é assim conseguir desligar do trabalho. O trabalho fica no trabalho! Sim, mesmo se trabalhas desde casa. Acredita que é possível. Sei que por vezes é dificil e continuamos a pensar na tal situação que ainda está por resolver. Mas, na verdade há sempre algo por terminar.

Desta forma, quero partilhar contigo algumas  atividades que geralmente estão relacionadas com um aumento da qualidade de vida e que nos permitem sentir um melhor equilíbrio no tempo que temos fora do trabalho! Estas são atividades como:

  • Prática de uma atividade física regular: Penso que já não é segredo nenhum os inúmeros benefícios que a prática de uma atividade física tem, não só para o nosso bem estar físico mas também psicológico.
  • Meditar: Tal como já falei num outro post, a meditação e o mindfulness podem ser ferramentas incríveis e que te vão certamente ajudar a manter esse equilíbrio! Mas atenção, a meditação pode não ser para todos! Se estás a sentir-te com muita ansiedade, consulta em primeiro com um profissional de saúde adequado!
  • Cuidar de ti: Tira tempo para ti e faz aquilo que mais gostas. Seja um hobbie especial ou simplesmente uma noite por semana de self-care, o importante é cuidar de ti e desligar do teu dia/semana de trabalho! Quem mais dedica uma noite por semana para máscaras e Netflix?
  • Tempo com a familia e amigos: Ter tempo de qualidade com a nossa familia e amigos é essencial. Este deveria ser um tempo de conexão com os outros e de partilha.Somos seres sociais e sentirmo-nos parte de algo é importante.

E tu, o que fazes para alcançar um maior equilíbrio trabalho vida – pessoal? É algo que consegues?

♥ Anita

[/et_pb_text][et_pb_comments admin_label=”Comments” show_avatar=”on” show_reply=”on” show_count=”off” background_layout=”light” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_button=”off” button_border_radius=”0″ button_letter_spacing=”0″ button_use_icon=”default” button_icon_placement=”right” button_on_hover=”on” button_border_radius_hover=”0″ button_letter_spacing_hover=”0″]
[/et_pb_comments][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Categorias
Featured Portuguese Latest Portuguese Portuguese Blog Uncategorized

Porque é que o autodesenvolvimento começa com amor próprio

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”on” width_unit=”on” custom_width_px=”850px” use_custom_gutter=”off” padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” column_padding_mobile=”on”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

♥ O amor próprio e o autodesenvolvimento são definitivamente dois temas pelos quais sou apaixonada. Não estou aqui a dizer que sou uma pró nesses temas e que os domino na minha vida, porque isso também está longe da verdade, mas, é algo no qual estou sempre a trabalhar e no qual pretendo sempre ser melhor. Então, em primeiro é importante mencionar a diferença entre os dois. Para começar, vamos ainda falar de dois conceitos distintos pois muitas pessoas parecem confundir os conceitos de amor próprio e cuidado pessoal (self-love e self-care). Não me interpretem mal, é muito bem termos uma prática de cuidados pessoais, e irei definitivamente escrever um post sobre os meus, mas estes dois conceitos são realmente diferentes! Eu diria que os cuidados pessoas são uma forma de amor próprio, mas não é a essência do mesmo.

Amor-próprio é sobre amarmos quem realmente somos e aceitar aquilo que somos. É conhecer-nos a nós próprios, olhar por baixo da superfície e ir fundo. O amor-próprio é um estado de apreciação por nós próprios que cresce dentro de nós e que suporta o nosso crescimento a nível físico, psicológico e espiritual. É sobre sentirmo-nos felizes e aceitarmo-nos. É algo profundo e não é algo que podemos ajeitar com uma tarde de mimos a beber um café.

Cuidados pessoais, por outro lado, é acerca de pequenos rituais que temos para nos fazer sentir melhor no final de um longo dia. É mais acerca de cuidar de si, como tomar um bom banho cheio de espuma ou nutrir o nosso corpo com os melhores alimentos. Como disse anteriormente, considero os cuidados pessoais uma forma de amor-próprio porque podemos escolher fazê-lo e demonstrar amor por nós ou podemos simplesmente não o fazer ou sentir que não o merecemos (sendo que isto já levante outras questões). Por exemplo, podemos escolher comer os melhores alimentos para nutrir o nosso corpo, aqueles que sabemos que fazem bem e que nos tornam saudáveis ou, podemos comer fast food todos os dias sabendo que nos faz mal.

Já perceberam até onde quero chegar? É necessário amar-se a si mesmo em primeiro antes de poder realmente considerar algum tipo de autodesenvolvimento. Porquê? Porque o autodesenvolvimento requer vários níveis. Com isto dito, apenas conseguimos fazer as mudanças necessárias nas nossas vidas se estas advêm de amor e aceitação! Se te conheceres a ti próprio, as tuas forças e as teus maus hábitos, será muito mais fácil embarcar numa aventura de autodesenvolvimento pois estarás a fazê-lo pelas boas razões. E há tantas formas de o fazer! Uma das minhas favoritas é o mindfulness. Não só permite-te estar mais presente, mas também é uma ótima forma de treinar a aceitação do que está a acontecer. É realmente magico!

Aqui vai um exemplo. A maioria das pessoas que têm algum peso a mais querem perde-lo, certo? No entanto, a maioria das pessoas que querem perder peso vão começar por fazer dietas nas quais se vão privar de comer ou iniciar um programa de treino intenso na esperança de se sentirem ou parecerem de certa forma. E todas nós lá estivermos! Mas, a verdade é que não funciona porque não estão a fazê-lo pelas boas razões. De facto, se treinássemos a nossa mente em primeiro de forma a nos aceitar e a amar-nos na nossa integra, iremos ter vontade de dar ao nosso corpo o exercício que merece e os alimentos de que precisa, aqueles que nos dão vida. Estão a perceber? O amor próprio é sobre dar ao nosso corpo a gasolina que precisa, não o restringir. É sobre fazer exercício da forma correta, não exagerar. É sobre aceitação e esta leva ao autodesenvolvimento.

Vês, tudo é melhor quando parte do amor. E o melhor presente que te podes dar é esse mesmo ♥

Se queres ler mais acerca destes tópicos, podes encontrar um outro post aqui de um dos meus post favoritos acerca de autoconfiança. Nesse post podes ainda encontrar um Workbook gratuito para te ajudar a responder a algumas perguntas poderosas!

Diz-me ainda se, como eu, pensas que o autodesenvolvimento advém do amor próprio e quais as tuas práticas de cuidados pessoas!

Muito amor,

Anita ♥

[/et_pb_text][et_pb_comments admin_label=”Comments” show_avatar=”on” show_reply=”on” show_count=”off” background_layout=”light” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_button=”off” button_border_radius=”0″ button_letter_spacing=”0″ button_use_icon=”default” button_icon_placement=”right” button_on_hover=”on” button_border_radius_hover=”0″ button_letter_spacing_hover=”0″]
[/et_pb_comments][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Categorias
Featured Portuguese Latest Portuguese Portuguese Blog

5 formas de praticar mindfulness todos os dias

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”on” width_unit=”on” custom_width_px=”850px” use_custom_gutter=”off” padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” column_padding_mobile=”on”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_image admin_label=”Image” src=”http://coachanitacosta.com/wp-content/uploads/2016/09/formas-de-praticar-mindfulness-todos-os-dias.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” max_width=”450px” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”] [/et_pb_image][et_pb_post_title admin_label=”Post Title” title=”on” meta=”on” author=”on” date=”on” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”] [/et_pb_post_title][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

O mindfulness é a incrível capacidade de estar plenamente consciente do que estamos a pensar e a fazer. Não só nos ajuda a aliviar o stress, como a alcançar um equilíbrio no trabalho e vida pessoal.

Praticar mindfulness todos os dias é uma excelente ferramenta para nos ajudar a estar mais conscientes de quem somos e do que nos rodeia. O mindfulness têm inúmeros benefícios. Ajuda a melhorar a função imunológica, aumenta a empatia e a compaixão, melhora o foco e reduz o stress e a ansiedade!

Assim, praticar mindfulness é uma forma única de abordar cada dia. É estar totalmente presente. Deixo aqui algumas dicas muito simples para praticar mindfulness diariamente.

1. Estar consciente

Esta é provavelmente a mais óbvia. Estar consciente. O que significa?

A consciência é a capacidade de estar consciente do momento presente. Do que se está a passar, dos nossos pensamentos, emoções, ideias, etc..

Uma forma simples de o fazer é de começar por aplicar esta prática em pequenas tarefas do dia-a-dia, como o momento das refeições. Praticar a alimentação consciente é desfrutar plenamente a sua refeição. É saborear e apreciar os diferentes gostos e texturas da comida.

É tão simples!

Pouco a pouco, poderá aplicar esta técnica a outras tarefas do dia-a-dia e estar consciente do que se passa e estar totalmente presente no momento.

2. Compaixão

A compaixão é uma grande parte do mindfulness. Quando começamos a ser mais compassivas, iremos sentir-nos imediatamente mais felizes e em paz. Comece a praticar mais a compaixão!

3. Gratidão

Expressar gratidão afeta positivamente o nosso nível de stress e diminui os pensamentos depressivos.

Praticar gratidão diariamente pode ser feito de uma forma muito simples: através de um jornal de gratidão! Apenas precisar de dedicar um momento para escrever no seu jornal sobre o que estamos gratas nesse dia.

Esteja mais atenta as pequenas coisas!

4. Aceitação

Aceitar que as coisas não são sempre como queremos.

Quando se sentir mais em baixo pergunte-se se há algo que pode realmente mudar a situação. Muitas vezes, temos tendência em não aceitar que não podemos fazer algo e que não controlamos a situação. Aceitar que não controlamos tudo dá-nos uma paz interior. Irá lidar com as coisas de forma mais serena!

 5. Respiração

A nossa forma de respirar diz-nos muito sobre a forma como nos estamos a sentir. No entanto, não estamos conscientes disso.

Praticar a respiração é estar conscientes da nossa forma de respirar. É observar a nossa respiração e respirar de forma lenta.

Quando estiver numa situação de stress ou ansiedade, tente controlar a sua respiração. Respire fundo de forma lente. Concentre-se apenas na sua respiração e irá sentir-se melhor.

[/et_pb_text][et_pb_comments admin_label=”Comments” show_avatar=”on” show_reply=”on” show_count=”off” background_layout=”light” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_button=”off” button_border_radius=”0″ button_letter_spacing=”0″ button_use_icon=”default” button_icon_placement=”right” button_on_hover=”on” button_border_radius_hover=”0″ button_letter_spacing_hover=”0″] [/et_pb_comments][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Categorias
Featured Portuguese Latest Portuguese Portuguese Blog Uncategorized

5 estratégias para aumentar a sua autoconfiança

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”on” width_unit=”on” custom_width_px=”850px” use_custom_gutter=”off” padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” column_padding_mobile=”on”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_image admin_label=”Image” src=”http://coachanitacosta.com/wp-content/uploads/2016/09/aumentar-a-sua-auto-confiança.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” max_width=”450px” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]
[/et_pb_image][et_pb_post_title admin_label=”Post Title” title=”on” meta=”on” author=”on” date=”on” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]
[/et_pb_post_title][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

A verdade sobre a autoconfiança

Ser auto – confiante significa ser segura em si mesma e nas suas habilidades.

Na maioria das vezes, sabemos o que valemos e que podemos alcançar tudo aquilo que realmente desejamos. No entanto, quando somos confrontadas com algumas circunstâncias, deixamo-nos duvidar. Acreditamos que não somos suficientes e convencemo-nos de que não somos capazes. Esse sentimento não é fácil de esquecer e acabamos por acreditar que não merecemos aquilo que mais queremos .

A confiança vem dos nossos pensamentos. São inúmeras as vezes que pensamos que a nossa autoconfiança ira aumentar se mudarmos algumas coisas, como o nosso físico ou estatuto social. Será realmente verdade?

A resposta é negativa.

Hoje, gostava de partilhar com vocês algumas estratégias para aumentarem a vossa autoconfiança. Não estou a dizer-vos que será fácil e que terão mais autoconfiança numa noite, mas estas dicas irão ajudá-la a aumentar a sua autoconfiança!

5 estratégias para aumentar a sua autoconfiança

1.Mindfulness

Praticar 10 minutos de mindfulness por dia irá ajudá-lo a aumentar a sua autoconfiança .  Diversos estudos demonstram o quanto a pratica de mindfulness é benéfica, melhorar a saúde mental e aumenta os nossos pensamentos positivos. Isso irá ajudá -la a reduzir os pensamentos negativos e aumentar a sua autoconfiança.

2.Identificar os pensamentos negativos.

Como mencionei, a confiança advém dos nossos pensamentos. Desta forma, ao identificar os seus pensamentos negativos e compreender de onde vêm. Será capaz de transformá-los em pensamentos positivos. Quanto mais pensamos positivo sobre nós, mais a nossa autoconfiança aumenta.

3.Eu sou confiante.

Numa das minhas primeiras aulas de coaching, aprendi uma técnica de visualização incrível e que irá ajudá-la a aumentar a sua autoconfiança. A única coisa que precisa fazer é de fechar os olhos e imaginar como seria se fosse mais confiante. Como seria a sua vida? O que muda? O que faz a mais com essa confiança? Imagine o tipo de pessoa que seria com mais autoconfiança. Cada vez que precisar de sentir-se mais confiante, experimente este exercício.

 4.Exercício físico!

O exercício físico é uma ótima forma de aumentar a sua autoconfiança ! Tem muitos benefícios para a sua saúde mental e diversos estudos demonstram que a pratica regular de exercício físico melhora a auto -estima.

5.Saia da sua zona de conforto!

Este é provavelmente o mais difícil de fazer mas, acredito em mim, vai surpreender-se com o que é capaz de fazer! Acredite em si. Eu acredito!

Estas 5 estratégias irão ajudá-la a aumentar a sua autoconfiança , tenho a certeza! Enquanto coach, estou feliz por saber que está a aprender sobre autoconfiança. Isso demonstra que está ciente de seus sentimentos e que quer melhorar .Coaching também é uma ótima ferramenta para trabalhar a sua autoconfiança . Irá ajudá-la a concentrar-se mais nos seus objetivos e fazer alterações específicas, a fim de alcançá-los.

Se quiser trabalhar um pouco mais acerca de autoconfiança, desenvolvi este pequeno workbook com perguntas chaves para ajudar na autoconfiança e nas suas perguntas poderosas. Pode descarregar ao carregar na fotografia abaixo!

Comece a investir em si! Você merece!

 

[/et_pb_text][et_pb_comments admin_label=”Comments” show_avatar=”on” show_reply=”on” show_count=”off” background_layout=”light” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_button=”off” button_border_radius=”0″ button_letter_spacing=”0″ button_use_icon=”default” button_icon_placement=”right” button_on_hover=”on” button_border_radius_hover=”0″ button_letter_spacing_hover=”0″]
[/et_pb_comments][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Categorias
Featured Portuguese Latest Portuguese Portuguese Blog

Como fazer quando se sente abatida!

[et_pb_section admin_label=”section”][et_pb_row admin_label=”row” make_fullwidth=”off” use_custom_width=”on” width_unit=”on” custom_width_px=”850px” use_custom_gutter=”off” padding_mobile=”off” allow_player_pause=”off” parallax=”off” parallax_method=”off” make_equal=”off” parallax_1=”off” parallax_method_1=”off” column_padding_mobile=”on”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_image admin_label=”Image” src=”http://coachanitacosta.com/wp-content/uploads/2016/08/PT-article.jpg” show_in_lightbox=”off” url_new_window=”off” use_overlay=”off” animation=”off” sticky=”off” align=”center” max_width=”450px” force_fullwidth=”off” always_center_on_mobile=”on” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”] [/et_pb_image][et_pb_post_title admin_label=”Post Title” title=”on” meta=”on” author=”on” date=”on” categories=”on” comments=”off” featured_image=”off” featured_placement=”below” parallax_effect=”on” parallax_method=”on” text_orientation=”left” text_color=”dark” text_background=”off” text_bg_color=”rgba(255,255,255,0.9)” module_bg_color=”rgba(255,255,255,0)” title_all_caps=”off” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”] [/et_pb_post_title][et_pb_text admin_label=”Text” background_layout=”light” text_orientation=”left” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid”]

Já estivemos todas lá. Por vezes, temos muito que fazer e não é fácil lidar com tudo o que está a acontecer. Eu entendo!

Quando nos sentimos demasiado sobrecarregadas temos tendência a ficar frustradas com tudo e todos. Geralmente, sabemos identificar que nos estamos a sentir abatidas, mas não sabemos onde encontrar a motivação e a força para voltar para um estado de espírito melhor.

Neste artigo, vou dar algumas dicas sobre o que fazer quando nos sentimos abatidas.

  1. O primeiro paço é o de aceitar que nos estamos a sentir abatidas e sobrecarregadas! Pergunte-se a si própria o motivo pelo qual se sente dessa forma e o que aconteceu para ficar nesse estado.
  2. Agora que sabe porque se está a sentir abatida, tente limpar a sua mente desse pensamento. Respire fundo e relaxe! Sabe quantas vezes nos esquecemos de respirar quando estamos frustradas? Apenas respire fundo! Tudo irá resolver-se. Afaste-se da situação e tente olhar para ela com uma outra perspetiva!
  3. Aceite os seus erros e aprenda com eles! Não deixe que o fracasso a leve a baixo. Afinal, o sucesso leva tempo e esforço!
  4. Não tenha medo de pedir ajuda! Se sente que poderia beneficiar de alguma ajuda, não hesite em pedir! Pode sempre pedir ajuda a amigos e familiares, mas se não quer falar com alguém demasiado próximo, pode sempre pedir ajuda de profissionais. Não tenha medo de pedir ajuda a um psicólogo ou a um Coach. O importante é que seja capaz de falar e sentir-se melhor!
  5. Leve as coisas devagar! Se está a sentir-se demasiado sobrecarregada, não tenha medo de fazer as coisas ao seu ritmo! Faça uma lista das suas tarefas e dedique-se apenas a uma de cada vez. O que importa é o resultado final, não a forma como lá chegou!

Depois de tudo isto, eu sei que se vai sentir melhor! Não se deixe dominar pelos seus sentimentos. Você consegue!

Encontrar a motivação certa pode ser difícil, mas lembre-se que dispõe de todos os recursos necessários!

Por vezes, apenas precisa de uma pequena ajuda!

 

[/et_pb_text][et_pb_comments admin_label=”Comments” show_avatar=”on” show_reply=”on” show_count=”off” background_layout=”light” use_border_color=”off” border_color=”#ffffff” border_style=”solid” custom_button=”off” button_border_radius=”0″ button_letter_spacing=”0″ button_use_icon=”default” button_icon_placement=”right” button_on_hover=”on” button_border_radius_hover=”0″ button_letter_spacing_hover=”0″] [/et_pb_comments][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]